O diagnóstico

O diagnóstico... novembro de 2011


Em novembro de 2011,comecei a notar Marcela com atitudes diferentes de seu habitual,pra começar,de uma hora pra outra pedia água a todo instante,chegava a beber 3 squezze de 500 ml por dia...antes se eu não oferecesse ela nem pedia.E claro que essa água não parava em seu organismo,era xixi toda hora...de noite a fralda vazava rapidamente.Comentei com meu esposo ,Luiz Fernando e não esqueço o que ele disse: “Uai,Natália que bom que ela está pedindo água,essa época é muito quente e água faz bem pra saúde!”Mas meu coração de mãe sabia que aquilo não era normal,seria ótimo se ela realmente quisesse água toda hora e se ela também não estivesse apresentando outros sintomas como muita fome antes de completar 3 horas de ter se alimentado!E começou a emagrecer...o engraçado disso é que as pessoas tem costume de dizer que quando convivemos com alguém não notamos se ela se está mais magra ou mais gordinha!E eu notei isso rapidamente também.No dia 16/11,muito curiosa ,como sempre,fui “futicar” na internet,joguei no site de busca: “criança bebendo muita água” Ah não deu outra! De cara apareceram vários sites falando sobre diabetes e seus sintomas,estava trabalhando e no mesmo instante sai da escola onde trabalho, fui em casa rapidamente e pedia a babá que a levasse ao hospital para medir a glicose.Depois de 25 minutos me ligam: “Natália ,dá pra você vir aqui,é porque a glicose de Marcela está muito alterada,está 489, e fizeram um encaminhamento pra ela para a Policlínica Municipal de Conselheiro Lafaiete”perdi o chão!Na hora eu sabia :minha filha está diabética!A primeira coisa que fiz quando saí da escola foi encontrar minha filha,olhei pra ela e desabei a chorar porque agora via nitidamente naquele momento o quanto ela estava abatida e magra,ela estava de bermudinha de cotom e uma sandalinha,e eu olhava pra aquelas perninhas tão fininhas e era uma mistura de sentimentos que não sei descrever,sei lá frustração,culpa,desespero,o que fazer???...liguei pra minha irmã,liguei pro meu pai ,liguei pra minha mãe e só chorava...e contava o que estava acontecendo,ninguém acreditava que de fato ela já estava diabética ,mas eu sabia,eu já tinha certeza...Sai de Lamim,cidade onde moro, e fui pra casa de meu pai em Lafaiete,de lá fomos juntos para a Unimed onde ela rapidamente foi atendida pela médica pediátrica de plantão,ficou internada umas 3 horas tomando soro na veia e algumas doses de insulina até ser encaminhada para a ala pediátrica do Hospital São Vicente onde ficaria por mais 3 dias.Esse período foi sim muito doloroso,não sei se mais pra mim ou pra Marcela,pois eu tenho pânico de hospital e não sei de onde tirei tanta força pra lidar com aquela situação.A Marcela chorava,esperneava,gritava quando as enfermeiras se aproximavam pra trocar o soro ou aplicar insulina,eu sofria demais vendo minha filha daquele jeito e não tinha coragem de olhar aplicar...e não olhava mesmo !Pra se ter uma ideia eu não podia ver sangue que desmaiva!!!!Mas mãe,é mãe,né?!A gente acha que não é capaz de algo e acaba por se surpreeender.Tenho pavor de seringa e agulha!!!Até o momento que o endocrinologista pediátrico que começou a acompanhar o caso disse que só poderíamos sair do hospital a partir do momento que aprendêssemos a manusear o glicossímetro e a aplicação correta de insulina. Ele nos apresentou a caneta Lilly,com cara bem mais agradável que as seringas convencionais,colorida, de cara bem bonitinha,kkkk!E até nos deu uma de brinde, aí eu fiquei mais tranqüila, pois poderíamos colocar uma agulha bem pequena e ela iria sentir pouca dor! Meu esposo foi ao centro da cidade e comprou tudo o que era necessário, outra caneta para insulina, tiras, glicossímetro,lancetas,lancetador,refis de insulina e trouxe tudo explicadinho da farmácia especializada em diabetes.Pra sair rápido do hospital e voltarmos para nossa casa,arranquei forças lá do fundo e fui a luta:em um dia aprendi a manusear lancetador,fitas,glicosímetro e aplicação de insulina com as canetas!TUDO!TUDO!

                                                                       (Dezembro de 2011,um mês depois do diagnóstico,minha doce Marcela,cheia de vida!!!)

CONCLUSÃO DESSES DIAS DE INTENSAS EMOÇÕES ???? Nova vida pra toda a família,muita coragem,fé acima de tudo e muito a agradecer ao apoio e visitas que recebemos nesse período,que foram muito importantes pra gente...Marcela agradece a Tia Alessandra e ao Tio Kadu por nos ajudar no momento inicial de desespero,ao vovô Chiquinho e a Tia Lara por acompanharem tudo de perto ao nosso lado,sem eles eu, sozinha não daria conta!!!!ANJOS!Ao carinho da vovó Vandinha e da Tia-avó Mariney no momento da internação,e a todos que ligaram e visitaram,perguntando e querendo saber pela Marcela. Desculpe-me se esqueci de citar o nome de alguém que a tenha visitado, foram dias de muita emoção pra gente e para a DOCE MARCELA!

4 comentários:

  1. MInha filha foi diagnosticada 12/11com DM1
    Natalia, nossa chorei novamente ao ler diagnostico da pequena Marcela,foi igual o meu, comecei a lei e lembrar de como foi difícil quando descobri que minha pequena de apenas 1 ano e 8 meses, tinha diabete.Hoje com a graças de Deus estamos mais confiante.

    ResponderExcluir
  2. O começo é sempre difícil ,né Denise,mas Deus sempre nos dá forças pra continuar a caminhada!Um grande beijo pra sua docinho!Espero te ver sempre por aqui Denise!

    ResponderExcluir
  3. Luciana M. Normanha7 de março de 2013 06:14

    Minha filha foi diagnosticada a apenas 1 mês com diabetes tipo 1 e para falar a verdade ainda me pego chorando todos os dias, principalmente pq ela não aceita e questiona muito. O nome dela é Maria Eduarda e ela tem 7 anos. Sei que a medida que o tempo for passando vou aceitando melhor, mas por enquanto esta dificil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciana tudo bom?o início é assustador mesmo pra todas nós mães,as crianças superam e aceitam a nova situação muito mais rápido que nós!Mas o tempo se encarrega do resto e nos dá força pra continuar e viver bem com a Diabetes!Um grande abraço e conte comigo!Estamos juntas nessa!

      Excluir

Não deixe de comentar!!! :-)